Sociedade Sao Paulo

 








Search

 
Information Service
 

  Site reserved to
Society of Saint Paul's
members

















 
   
A Sociedade São Paulo é uma Congregação Religiosa fundada na Itália em 1914, na cidade de Alba, distrito de Cuneo, pelo P.e Tiago Alberione.

Os membros da Sociedade São Paulo, conhecidos por Paulistas, fiéis à missão que lhes foi confiada pelo fundador, ocupam-se da difusão da mensagem cristã utilizando os meios de comunicação que a tecnologia põe à disposição do homem de hoje para comunicar.

Estão presentes em 30 nações. São múltiplos os campos de actividade: livros, jornais, cinema, televisão, rádio, audiovisuais, multimedia, telemática; centros de estudo, pesquisa, formação e animação.

O símbolo que caracteriza todos os produtos e as actividades dos Paulistas representa de maneira eficaz o dinamismo da presença destes.

O Governo Geral e os Governos de Circunscrição, tornam vital e actual a missão. O P.e Tiago Alberione, imitando são Paulo, para tornar-se "tudo para todos", além da Sociedade São Paulo, fundou mais quatro Congregações: as Filhas de São Paulo, as Pias Discípulas do Divino Mestre, as Irmãs Pastorinhas, as Irmãs Apostolinhas; fundou ainda quatro Institutos agregados: Jesus Sacerdote, São Gabriel Arcanjo, Maria Santíssima Anunciada, Santa Família; e a Associação dos Cooperadores Paulistas.Todos juntos, constituem a Família Paulista.



Sociedade São Paulo
Fundada no dia 20 de Agosto de 1914 e aprovada definitivamente pela Santa Sé no dia 27 de Junho de 1949, tem como missão: “evangelizar com os meios de comunicação social”.
É constituída por sacerdotes religiosos e leigos consagrados (chamados Discípulos ou Irmãos do Divino Mestre). Presente nos cinco continentes, a Sociedade São Paulo serve-se de revistas, livros, cinema, rádio, televisão, discos, cassetes, compact-disc, internet, e de todas as tecnologias comunicativas para anunciar Cristo e falar cristãmente de tudo ao mundo inteiro. Tem como modelos da missão: Jesus Cristo Mestre Caminho, Verdade e Vida; São Paulo, o apóstolo que se “tornou tudo para todos” e Maria Rainha dos Apóstolos que dá vida a Cristo, o comunicador do Pai.



Padre Tiago Alberione
«Ei-lo humilde, silencioso, incansável, recolhido nos seus pensamentos, que passam da oração à obra, sempre atento a perscrutar os sinais dos tempos. O nosso P.e Tiago Alberione deu à Igreja novos instrumentos para que esta se possa expressar melhor, novos meios para dar vigor e vastidão ao seu apostolado... Deixe que o Papa, em nome de toda a Igreja, exprima a sua gratidão».Don Giacomo Alberione

Assim se expresse Paolo VI dia 28 de Junho de 1969. O P.e Tiago Alberione na audiência com o Papa está acompanhado pelos partecipantes do segundo Capítulo Geral e por uma numerosa representação de Paulistas e Paulinas. Nesta ocasião o Papa concede ao fundador da Família Paulista a cruz “Pro Ecclesia et Pontifice”.

Dois anos mais tarde, no dia 26 de Novembro de 1971, ao fim da tarde Paolo VI visita em forma privada o P.e Tiago Alberione moribundo. Às 18,26 do mesmo dia o P.e Tiago Alberione conclui a sua existência terrena. As últimas palavras deixadas como testamento espiritual aos seus filhos e filhas são um convite à esperança: “Morro... rezo por todos, Paraíso!”.

Estas são as etapas essenciais da sua vida:

  • 1884, 4 de Abril - Tiago Alberione nasce em São Lourenço de Fossano (Cuneo, Itália).

  • 1890-1891 - Frequenta a primeira classe em Cherasco.

  • 1896, 25 de Outubro - Entra no seminário de Brá.

  • 1900, mês de Abril - é convidado a deixar o seminário de Brá.

  • 1900, mês de Outubro - Entra no seminário de Alba.

  • 1900, 31 de Dezembro - 1 de Janeiro 1901 - Participando à adoração nocturna na catedral de Alba, sente-se obrigado a fazer alguma coisa pelo Senhor e pelos homens do novo século.

  • 1907, 29 de Junho - é ordenado sacerdote em Alba.

  • 1908 - Por alguns meses exerce actividade pastoral em Nárzole.

  • 1908, 1 de Outubro - Torna ao seminário e é nomeado director espiritual dos jovens e dos clérigos.

  • 1913, mês de Setembro - Assume a direcção do semanal “Gazzetta d’Alba”.

  • 1914, 20 de Agosto - Funda a Sociedade São Paulo.

  • 1915, 15 de Junho - Funda as Filhas de São Paulo.

  • 1921, 5 de Outubro - É constituída a Pia Sociedade São Paulo, com a emissão dos votos (privados) de alguns dos seus membros.

  • 1921, 23 de Novembro - Alberione pede a monsenhor José Francisco Re, Bispo de Alba, de fundar a Sociedade São Paulo como congregação diocesana.

  • 1924, 10 de Fevereiro - Funda as Pias Discípulas do Divino Mestre.

  • 1936, mês de Agosto - Dá início, em Roma, às Pastorinhas.

  • 1938, 7 de Outubro - Em Genzano (Roma) nascem oficialmente as Pastorinhas.

  • 1947, 3 de Abril - Às Pias Discípulas é concedido o estatuto de congregação de direito diocesano.

  • 1957, 4 de Abril - Inicia o primeiro capítulo geral da Sociedade São Paulo, no qual o P.e Tiago Alberione é confirmado superior geral.

  • 1959, 8 de Setembro - Em Castelgandolfo (Roma) nascem as Apostolinhas.

  • 1960, 8 de Abril - A Sacra Congregação dos Religiosos aprova a “Associação Paulista” composta por três institutos agregados: Jesus Sacerdote, São Gabriel Arcanjo e Maria Santíssima Anunciada.

  • 1969, 5 de agosto - O segundo capítulo geral da Sociedade São Paulo
    proclama o P.e Tiago Alberione superior geral emérito e elege o P.e Luís Damaso Zanoni como novo superior geral do Instituto.

  • 1971, 26 de Novembro - Por volta das 18,30 o P.e Tiago Alberionemorre em Roma, na casa geral, depois de ter recebido a visita de Paolo VI.

  • 1981, 4 de Maio - é concedido o “nulla osta” para a causa da sua beatificação.

  • 1996, 25 de Junho - é assinado o Decreto de Venerável, através do qual se estabelece a heroicidade das suas virtudes.

  • 2002, 20 de dezembro - Proclamação oficial, por parte de S.S. João Paulo II, do decreto de Beatificação do nosso Fundador, Pe. Tiago Alberione.

Esta sua grande obra já tinha sido prefigurada no longínquo 1918 quando o P.e Tiago Alberione, falando a um pequeno grupo dos seus primeiros jovens, inspirado pelo Espírito dizia-lhes: «Elevai os olhos ao céu e imaginai uma grande árvore da qual non se vê o cimo: esta é a nossa Casa, que é verdadeiramente uma “grande árvore”; vós não estais senão junto às raízes. A actual Casa, de facto, é somente a raiz desta enorme árvore. Vós estais aos pés duma grande montanha, subi, olhai o horizonte, é o mundo inteiro». Hoje os Paulistas e as Paulinas, espalhados por todo o mundo, agradecem ao Senhor por ter dado à Igreja este apóstolo incansável.

Missão da Sociedade São Paulo
Fundada no dia 20 de Agosto de 1914 em Alba (Cuneo, Itália) pelo P.e Tiago Alberione (1884-1971), a Sociedade São Paulo tem como missão específica: “evangelizar com os meios modernos de comunicação”.

O objectivo da missão é pôr em contacto a totalidade de Cristo (resumida no título “Cristo Mestre Caminho, Verdade e Vida”) com todas as faculdades da pessoa (mente, coração e vontade) através da comunicação que se realiza com os meios modernos. A metodologia usada contém a proposta de toda a experiência cristã (dogma, moral e culto) e a apresentação de todas as realidades humanas em prospectiva cristã.

O desenvolvimento histórico da missão paulista acompanha a evolução da comunicação. Ao princípio o P.e Tiago Alberione adoptou pela imprensa; de seguida ele assocía à imprensa também o cinema, o rádio, a televisão e os discos.

Actualmente os Paulistas, ocupados com a evangelização através dos mass media, preparam-se para encarnar Cristo Mestre Caminho, Verdade e Vida na “cultura” criada pela comunicação.

Seguindo as indicações do P.e Tiago Alberione de “estar sempre à vanguarda”, os Paulistas querem estar na Igreja do 2000 entre os pioneiros de uma espiritualidade evangélica integral que sabe aculturar-se na comunicação global e multimedial.

Para o P.e Tiago Alberione e para os Paulistas a comunicação, de facto, na obra da evangelização não é uma simples ajuda mas uma forma original de autêntica pregação que alcança as massas mais distantes.

Família Paulista
De 1914 a 1959 o P.e Tiago Alberione funda um conjunto de instituições agrupadas na denominação unitária de "Família Paulista".

Dessa fazem parte cinco Congregações religiosas: a Sociedade São Paulo, as Filhas de São Paulo, as Pias Discípulas do Divino Mestre, as Irmãs de Jesus Bom Pastor e as Irmãs de Maria Rainha dos Apóstolos; quatro Institutos seculares: Jesus Sacerdote, São Gabriel Arcanjo, Maria Santíssima Anunciada, Santa Família; e uma Associação de leigos (a Associação dos Cooperadores Paulistas).

Em 1960 o P.e Tiago Alberione, ao concluir o difícil período de fundação das várias instituições, delineou a missão da Família Paulista: «O Espírito deve ser um, aquele presente no coração de São Paulo: “Cor Pauli, cor Christi”; as devoções são iguais; os vários fins convergem num fim comum e geral: dar Jesus Cristo ao mundo e dá-Lo totalmente, come Ele mesmo se definiu: “Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida”».

Os primeiros modelos da vida Paulista
O processo de reconhecimento da santidade do P.e Tiago Alberione foi reconhecido pela Igreja no dia 25 de Junho de 1996, onde se concluiu o processo canónico e foi assinado o Decreto de Venerável, no qual se estabelece a heroicidade das suas virtudes.

Os filhos e filhas do P.e Tiago Alberione encontram-se já preparados para reconhecer a sua santidade pública. O mérito do P.e Tiago Alberione não está só no facto de ter oferecido à Igreja novos meios de comunicação que dão vigor e vastidão à evangelização, mas também de ter contribuído para a formação de homens e mulheres que, usando os meios de comunicação social, podem alcançar o mais alto grau de santidade.P.e Timóteo Giaccardo

Historicamente a estrada para a santidade dos filhos e filhas do P.e Tiago Alberione foi aberta pelo primeiro sacerdote e primeiro vicário geral da Sociedade São Paulo, o P.e Timóteo Giaccardo, que o P.e Tiago Alberione tinha definido: “fidelíssimo entre os fiéis”. No dia 22 de Outubro de 1989 o P.e Timóteo Giaccardo (1896-1948) foi proclamado Beato pelo papa João Paulo II.Irmã Tecla Merlo

   

   

Igualmente importante é a figura de uma mulher que operou em perfeita sintonia com o P.e Tiago Alberione: a venerável irmã Tecla Merlo (1894-1964), primeira superiora geral das Filhas de São Paulo, modelo de mulher que crê firmemente na eficácia de novas formas de apostolado.Canónico Francisco Chiesa

    

 Entre estas grandes testemunhas não podia faltar o director espiritual do P.e Tiago Alberione e padrinho da Família Paulista, o venerável Canónico Francisco Chiesa (1874-1946), modelo para todos os guias espirituais.Maggiorino Vigolungo

    

    

Um fruto particular do método educativo do P.e Tiago Alberione, que entusiasmava muito os rapazes enquanto faziam o apostolado, é o venerável Maggiorino Vigolungo (1904-1918), modelo para todos os jovens que aspiram ao apostolado paulista.Irmão André Borello

    

    

Outro exemplo de vida dada aos irmãos é aquele do venerável irmão André Borello (1916-1948), modelo para todos aqueles que consagram a sua vida ao apostolado da comunicação social como irmãos do Divino Mestre.Irmã Maria Scolástica Rivata

    

Outro esplêndido exemplo de serva de Deus é a irmã Maria Escolástica Rivata (1897-1987), primeira Pia Discípula do Divino Mestre e primeira Madre superiora da Congregação.

Postulazione Generale        
00148 Roma RM
Via della Fanella 39
Tel 06.657.488.11
Fax 06.657.488.00
E-mail: posgen@stpauls.it



Símbolo

Em 1991 a Sociedade São Paulo encaminha o estudo para projectar uma nova identidade visual da sua missão: "evangelizar com os meios modernos de comunicação".

O criador Giorgetto Giugiaro idealizou e concretizou o novo símbolo São Paulo.

No inquérito feito ao público sobre o símbolo sublinhou-se:

  • um apreciamento pela sua beleza formal e estética

  • lendo-o em termos de associações livres foi identificado e caracterizado pela aproximação de dois elementos diferentes e por um grande dinamismo

  • os principais valores associados ao símbolo foram: precisão, energia, tensão, abertura, dinamismo, criatividade, espiritualidade, infinito

  • os produtos sugeridos para se unirem ao símbolo foram: produtos culturais, de opinião pública e de criação espiritual.

Por natureza, o símbolo que exprime a síntese visual da missão de uma sociedade, não é o equivalente de um raciocínio lógico ou de uma afirmação linguística.

O símbolo São Paulo não contradiz, pelo contrário, pode sugerir seja a missão de pôr em contacto a Palavra de Deus e o fluxo da história, seja o rico dinamismo apostólico de São Paulo.



The logo in the world

ITALIA
Editoriale San Paolo
Periodici San Paolo
Multimedia San Paolo
Diffusione San Paolo


ARGENTINA

COLOMBIA

ESPAÑA

PANAMÁ

VENEZUELA

CHILE

ECUADOR

MÉXICO

PERÚ


POLSKA  

AUSTRALIA

IRELAND

KOREA

PHILIPPINES

INDIA

JAPAN

NIGERIA

UNITED KINGDOM

UNITED STATES


BRASIL PORTUGAL

CANADA

RÉPUBLIQUE 
DÉMOCRATIQUE 
DU CONGO

FRANCE

DEUTSCHLAND

    

 

 


Società San Paolo Cod. fisc.: 00434810586 - P. Iva: 00891531006
Updated 11/09/09 -  Webmasters: Società Apostolato San Paolo
© 
S.A.S.P. S.r.l., Via A. Severo 56 - Rome - Italy
Sede legale: Piazza San Paolo,14 - 12051 Alba (CN)
Cod. fisc./P.Iva e iscrizione al Registro Imprese di Cuneo n. 02296520048
Capitale sociale € 1.523.023,00 i.v.